Grupos de Pesquisa da Linha 1: Políticas Públicas, Movimentos Sociais e Territórios

 

DIDRA - Grupo de Pesquisa-Ação Dispositivos, Instituições e Desenvolvimento Rural

Líder: Livio Sergio Dias Claudino

O Grupo tem por objetivo congregar estudos multidisciplinares que possibilite compreender e formular proposições interventivas de Desenvolvimento Rural Sustentável no âmbito da agricultura familiar, especialmente de base camponesa, por meio de mecanismos relacionados à Agroecologia e acesso aos Mercados, e avançar na compreensão de como os dispositivos (as imagens, os discursos, as organizações e etc) fazer emergir, funcionar, desaparecer ou perenizar instituições entendidas aqui à luz de teorias específicas como a Original Institucional Econômica, e outras como a NEI.

 

GEPIATI-Grupo Estudo e Pesquisa Interdisciplinar sobre Ambiente, Território e Interculturalidade

Líder: Eliana Teles Rodrigues

 

GEDAF - Grupo de Estudos sobre a Diversidade da Agricultura Familiar

Líder: Aquiles Vasconcelos Simões

O GEDAF desenvolve ações de pesquisa-formação em estreita ligação com os processos locais de desenvolvimento, numa perspectiva interdisciplinar. Tem como região privilegiada de trabalho o Baixo Tocantins, estado do Pará, onde a partir de uma sólida parceria com a APACC (Associação Paraense de Apoio à Comunidades Carentes) e organizações de trabalhadores rurais (Colônia de pescadores, Sindicatos, Casas Familiares Rurais...) contribui na formulação e implementação de iniciativas para o fortalecimento da produção familiar camponesa, considerando sua diversidade e a complexidade das relações homem-natureza e Estado-sociedade-território como processos que permitem refletir e agir sobre o desenvolvimento rural. O grupo privilegia a prática da intervenção social em suas atividades de pesquisa, extensão e formação, apoiando-se no paradigma do desenvolvimento agro-sócioambiental. O GEDAF e a APACC desenvolvem conjuntamente o programa SORDAM - Sociedades Rurais Amazônicas e Desenvolvimento Agrário.

 

GEPEBATO - Grupo de Estudos e Pesquisas em Políticas Educacionais na Região do Baixo Tocantins

Líder: Alexandre Augusto Cals e Souza

O Grupo de Pesquisa surge como necessidade para estudar e pesquisar as Políticas Educacionais que estão sendo implementadas nos municípios que compõem a região do Baixo Tocantins no Estado do Pará.

 

GEPESEED - Sociedade, Estado e Educação: governos municipais e educação do campo

Líder: Afonso Welliton de Sousa Nascimento

Realizar pesquisa e extensão buscando construir identidades e saberes das águas junto as populações ribeirinhas a fim de discutir o papel do Estado no desenvolvimento das políticas educacionais públicas, tomando como foco de análise a gestão municipal e as experiências de educação no campo, consiste numa necessidade investigativa de fundamental importância para microrregião do Baixo Tocantins, uma vez que possibilitará uma maior articulação entre as discussões teórico-conceituais que permearão todo desenvolvimento da pesquisa e a operacionalização das políticas educacionais nos municípios em estudo. Consideramos que essa articulação teórico-empírica trará avanços significativos em termos de produções teóricas que nos possibilitem compreender de forma aprofundada a problemática da questão educacional dos municípios, bem como da educação do campo.

 

Movimentos Sociais, Educação Popular e Escola

Líder: Eliane Dayse Pontes Furtado

Membro: José Ribamar Furtado de Souza

O trabalho do grupo enfoca diferentes formas de educação que se relacionam com movimentos sociais e educação popular, e que se expressam não apenas no espaço escolar, mas nas diversas formas de manifestação dos movimentos sociais do campo. Reconhece que estes criam condições de produção e apropriação do saber, objetivando uma compreensão crítica da sua realidade. Neste contexto a dimensão educativa aparece como o mais importante objeto. As investigações visam oferecer suporte teórico-metodológico, quer na esfera da formulação de políticas educacionais, quer na implementação de programas educacionais adequados à realidade da população do campo. Do mesmo modo buscam resgatar a ação pedagógica realizada nesse contexto, enfatizando a formação do educador, sua prática pedagógica e suas condições de vida e trabalho, no que se refere à Educação de jovens e adultos e Educação do Campo.

 

GESTAMAZON - Estado e Educação na Amazônia

Líder: Orlando Nobre Bezerra de Souza

Líder: Ney Cristina Monteiro de Oliveira

O Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Estado e Educação na Amazônia (GESTAMAZON), tem como objetivo analisar a relação entre o Estado e a Sociedade, destacando as reformas do Estado capitalista e as políticas do poder estatal no âmbito da Educação. O grupo proporciona estudos referentes à relação do Estado com os movimentos sociais na Amazônia, Avaliação Institucional e Ensino Superior. O grupo atua no ensino, pesquisa e extensão, além de dedicar-se à orientação de monografias e dissertações na UFPA e TCCs. o grupo desenvolveu atividades do curso de especialização de EJA Privados de Liberdade. Atualmente desenvolve Pesquisa por meio do Projeto intitulado "A lógica dos Programas educativos na configuração das Políticas Educacionais no Brasil e em Portugal: Implicações na Governação e nas práticas escolares.

 

Estudos da Biodiversidade e Sustentabilidade na Amazônia Tocantina

Líder: Yvens Ely Martins Cordeiro

Pelos princípios da modernização, a utilização e a preservação dos recursos naturais que devem acontecer em equilíbrio para que se possa garantir os princípios da sustentabilidade no meio rural e a viabilidade das gerações futuras. A repercussão na Amazônia Tocantina sobre a etnobiodiversidade e sociobiodiversidade merecem atenção das principais instituições de pesquisa do Norte do Brasil, e faz com que a avaliação dos impactos ambientais provocados por atividades econômicas, inerentes a expansão da ação humana na terra, imponha a necessidade de monitoramento contínuo e extremamente dinâmico. As atividades deste Grupo de Pesquisa concentram-se nos estudos etnopedológicos ,etnobotânicos e etnozoológicos. Assim, as informações geradas permitirão o desenvolvimento de tecnologias sustentáveis para o plantio e manejo de reursos naturais, gerando renda as comunidades rurais do Baixo Tocantins.

 

Memória, Formação Docente e Tecnologia

Líder: Mara Rita Duarte de Oliveira

Grupo de Pesquisa Gepeme desenvolve pesquisas sobre Memória de professores, formação de professores, educação do campo, cultura camponesa e temas relacionados a diversidade cultural étnico-racial.

 

Grupos de Pesquisa da Linha 2: Identidades: Linguagens, Práticas e Representações

 

ESPERHI - Estéticas, Performances e Hibridismos

Líder: Carlos Augusto Nascimento Sarmento-Pantoja

O Grupo de pesquisa aglutina pesquisadores das áreas de Estéticas literárias, cinematográficas e artísticas em geral, além de desenvolver práticas analíticas de criação e divulgação de Performances aglutinados aos estudos da Hibridização entre as artes, culturas, territórios e identidades. Todos fundamentados na análise de tais relações com os conceitos de resistência, memória, silenciamento e trauma, diretamente ligados ao combate aos regimes autoritários no Brasil e no Cone Sul.

 

GEPEGE - Grupo de Estudos e Pesquisa Gênero e Educação

Líder: Joyce Otânia Seixas Ribeiro

As atividades desenvolvidas pelo GEPEGE têm a seguinte repercussão: 1. Grupo de Estudos - com reuniões semanais para leitura e debates, visando a formação acadêmica do Grupo; 2. Extensão - realização de cursos deformação cultural nas escolas da rede pública estadual e municipal (com auxílio Pibex); 3. Ensino - atualização bibliográfica; orientação de bolsista IC, TCCs, monografias e dissertações; 4. Publicação - Anais de eventos nacionais/internacionais, organização de coletâneas, publicação de artigos em periódicos e capítulos de livros; 5. Pesquisa - desenvolvimento de atividades de Pesquisa (com auxílio PIBIC). 6. Participação em eventos regionais, nacionais e internacionais com apresentação de trabalhos. 7. Organização de eventos científicos locais e nacionais.

 

EXPERIMENTAÇÕES: Grupo de Estudos e Pesquisas em Currículo, Subjetividade e Sexualidade na Educação Básica

Líder: Vilma Nonato de Brício

O Grupo pretende fortalecer o debate sobre Currículo, subjetividades e sexualidades na educação básica para problematizar a constituição histórica dos sujeitos, questionando as diferentes práticas de normalização e valorizando as múltiplas formas de resistências. Diante do cenário atual de ameaça das liberdades, do Estado laico, da retirada de direitos que impactam nossos fazeres docentes e como pesquisadorxs torna-se cada vez mais importante trazer à tona um debate que evidencia as múltiplas constituições de gênero e sexualidade experenciadas na ambiência escolar.

 

VISAGEM - Grupo de Estudos sobre Antropologia Visual e da Imagem

Líder: Denise Machado Cardoso

O VISAGEM se propõe, a partir de planejamento anual e reuniões semanais, envolver estudantes e pesquisadores da graduação e a Pós-graduação nas atividades de ensino, pesquisa e extensão que contribuam para ampliação do uso interdisciplinar da Antropologia Visual. Precisamente, objetiva-se a realização de pesquisas sobre os usos da Antropologia Visual, pesquisas sobre a obra e o acervo do prof. Napoleão Figueiredo (antropólogo que iniciou o Laboratório de Antropologia da UFPA), reflexões sobre as experiências de pesquisadores que se utilizam de imagens em suas investigações, sistematização de relatos de práticas extensionistas e de ensino por docentes de IES do estado do Pará, organização e participação em eventos acadêmicos e artísticos, dentre outras metas. Consequentemente almeja-se a superação de lacuna de um grupo de pesquisa que proporcione de modo interdisciplinar ações acerca dos usos, práticas e saberes da Antropologia Visual no Estado do Pará, e quiçá na Panamazônia.

 

NARRARES - Estudos sobre Narrativa de Resistência

Líder: Tânia Maria Pereira Sarmento-Pantoja

Formado por pesquisadores, professores e alunos, oriundos de várias instituições de ensino superior, o grupo de pesquisa NARRARES-Estudos sobre Narrativa de Resistência, surgiu inicialmente como grupo de pesquisa "Investigações em Literatura Contemporânea de Língua Portuguesa", tem, sobretudo visado o aprofundamento dos estudos sobre narrativa, mais especificamente, sobre as narrativas literárias, teatrais e cinematográficas atravessadas pela resistência enquanto categoria temática e/ou estética. Nesse percurso tem procurado desenvolver investigações a partir dos seguintes tópicos: 1) formas e repertórios da narrativa pós-utópica com foco voltado para as relações intertextuais e semióticas entre a narrativa ficcional e a narrativa histórica; 2) formas e repertórios da narrativa de resistência, particularmente o estudo das distopias e das narrativas pós-ditatoriais (literatura, teatro e cinema). Neste tópico tem se estudado particularmente as formas expressivas e as relações da narrativa ficcional com categorias como utopia, distopia, autoritarismo, poder, trauma e catástrofe. 3) estudo das relações entre categorias artísticas e estéticas e a resistência. Com o intuito de promover a aproximação entre pesquisadores interessados no debate desses tópicos o grupo organizou e executou os seguintes eventos: - Colóquio Interinstitucional Antônio Callado, em 2007, realizado na Universidade Federal do Pará, Campus de Abaetetuba. - Seminário Poder e Resistência na Literatura Brasileira Pós-Ditatorial, realizado em 2008, na Universidade Federal do Pará, Campus de Abaetetuba. - I Mostra de Literatura e Cinema de Resistência, realizado na Universidade do Estado do Pará, em 2008.

 

Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Violência nas Escolas

Líder: Vivian dos Santos Lobato